Em 24 horas, o Brasil bateu novo recorde de mortos por causa da pandemia. Foram 1726 pessoas que perderam suas vidas em 24 horas. De acordo com a Fiocruz, das 27 federações do país 19 têm taxas de ocupação de UTI acima de 80%. O país vive seu pior momento na crise sanitária.

O número de mortes em 24 horas é superior ao registrado preliminarmente nos Estados Unidos na segunda-feira (1º) e compilado nos principais painéis de monitoramento. Segundo a Johns Hopkins, os EUA tiveram 1.567 mortes.

Publicidade

Número de mortes por Covid-19 registrado nas últimas 24h também foi o maior desde o início da pandemia, e taxa de ocupação de UTIs no estado de São Paulo foi a terceira maior da série histórica. Média móvel de mortes registrou tendência de alta, com valor 18% maior que o confirmado 14 dias atrás.

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que descentraliza a compra de vacinas contra a Covid-19 e facilita a aquisição dos imunizantes pela União, pelos governos estaduais e municipais e pela iniciativa privada. O texto é de autoria do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.