Com valores muito mais baixos do que a primeira vez, o novo auxilio emergencial começou a ser pago nesta terça, dia 06 de abril.

Mas, de acordo com o economista Fábio Bentes, por ser ainda mais contingencial que no ano passado o novo auxílio emergencial dá baixa margem para perspectiva de consumo.

Publicidade

Como no ano passado, o benefício será depositado nas contas poupança digitais dos trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), onde poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a quatro semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

Com a inflação em alta e uma cesta básica com um valor absurdo, as famílias precisarão escolher o gasto. Além do consumo básico, como alimentação, a preferência para o uso do auxílio, que é uma vergonha, será para pagamento de contas.

Confira o calendário de pagamento:

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial. – Arte/Agência Brasil

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.