Cuidar do meio ambiente é uma das pautas que têm sido muito discutida por todos ao longo dos tempos. Em Ubá, Zona da Mata Mineira, cidadãos revoltados com o lixo e o mato muito alto em um terreno baldio no bairro Bairro Santa Edwirges 2, solicitaram a presença de representante do poder público para mostrar o descaso no local.

O vereador José Carlos Pereira Reis esteve no local para averiguar a situação relatada pelos moradores e constatou a veracidade das denúncias. Ao chegar no loteamento o vereador encontrou bastante lixo e mato muito alto, aumentando o risco da proliferação de insetos e animais peçonhentos além da falta de segurança do local.

Mato alto e risco de assalto – Foto: Érika Chagas
Publicidade

Estamos ainda em meio a uma pandemia e contribuir para que uma outra surja, em um momento tão difícil que a saúde está atravessando, é uma falta de respeito com a população local. No Acre, por exemplo, além do grave problema da covid-19, o estado vem sofrendo um surto de dengue, aumentando a pressão sobre o sistema de saúde do estado. A cidade decretou estado de emergência em virtude da doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti no início de fevereiro.

O medo dos moradores é que na localidade possa vir acontecer o mesmo.

Foto: Érika Chagas

” Infelizmente a falta de respeito do ser humano com o próximo é muito grande. É triste visualizar uma situação como esta, pois mesmo sendo um loteamento não construído tem que haver respeito tento pelo local quanto pelos vizinhos”. Esta foi uma das falas do vereador José Carlos Pereira Reis, que se mostrou muito indignado em um vídeo gravado pela produção do Folha de Ubá.

É necessário que as pessoas e moradores ou proprietários dêem uma atenção maior aos cuidados e limpeza do local e as autoridades competentes um olhar mais atento para este lado que sofre com esses transtornos.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.