Ubá adere a Protocolo de intenções entre FNP e Instituto Butantan

Prefeito Edson e vice-prefeito Vinícius com o Termo de Adesão assinado

O município de Ubá enviou à Frente Nacional de Prefeitos (FNP) o Termo de Adesão ao Protocolo de Intenções da FNP com o Instituto Butantan, visando facilitar às médias e grandes cidades a aquisição da vacina CoronaVac. Trata-se de uma medida visando o complemento ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19, caso o Ministério da Saúde não disponibilize a vacina para 100% da população.

O prefeito Edson Teixeira Filho assinou o Termo de Adesão nesta quarta-feira (23), porém destacou que a intenção inicial do município é prestigiar o Programa Nacional de Imunização e o próprio SUS. “Não se trata de uma ação individual, isolada, do município. O documento demonstra nossa intenção junto a esta iniciativa da FNP, que visa contemplar as capitais e cerca de 380 cidades com mais de 80 mil habitantes, entre elas Ubá. Porém não é ainda um documento vinculante tendo em vista que nossa prioridade é pela aplicação de um plano de vacinação liderado pelo Ministério e baseado no princípio da universalidade do que rege nosso Sistema Único de Saúde”. O vice-prefeito, Vinícius Samôr de Lacerda, também participou do ato de assinatura.

Publicidade

O Instituto Butantan é o principal produtor de imunobiológicos do país, e é responsável pelas vacinas que já integram o calendário tradicional do Ministério da Saúde. “Estamos cientes que a posse de uma vacina não só permitirá melhorar substancialmente os cuidados de vida e saúde de todos os brasileiros, mas também possibilitará o pleno restabelecimento das atividades econômicas e sociais”, destacou o prefeito.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.